Dizem que o poder vicia e muitos gostam da posição de comandando. As imagens mostram como eram estas pessoas ao assumirem o poder e como estão agora.









A idéia era simples. Pega as tropas que estavam batendo em retirada se c*gando de medo das milícias islâmicas, e manda os otários de capacete azul que estiverem dispostos a ficar no lugar deles para abotoarem o paletó pela liberdade de outro país. Quem quis?






Noitadas musicais excitantes e um menu gastronômico a qualquer hora da noite e do dia ... Fiel aos ingredientes essenciais da cozinha meridional, o restaurante reinventa os clássicos e garante uma experiência única no novo bar da moda ORJUWAN LOUNGE, nome em Hebraico para a cor roxa, também sinônimo de “Canaan”...






Quando surgiram os boatos de que Carla Bruni estaria traindo seu marido com seu amigo íntimo, o cantor Benjamim Biolay, a imprensa francesa quase não citou o fato, enquanto a mídia internacional chafurdava na lama do sensacionalismo boateiro sobre o possível affair da 1ª dama francesa.






Antes e depois do Poder Resoluções Inúteis da ONU Divirta-se na Guerra Sarkozy e a Burca

Resoluções Inúteis da ONU - Parte I

No mundo, a atenção volta-se para saber se uma outra resolução do Conselho de Segurança da ONU, as sanções, vão convencer o Irã a parar de enriquecer urânio.
caveira-ONU
Seria útil olhar para resoluções anteriores para atender às expectativas. A partir de hoje e toda semana vou explicar cada uma das 10 resoluções mais inúteis e imprestáveis ou simplesmente ruins que foram aprovadas pelo CS. Algumas dessas resoluções até que são boas, mas contêm falhas que voltaram para assombrar seus autores . Outras são boas para alguns países, mas desastrosa para os outros. E outras, simplesmente caducaram por ter sua data de validade ultrapassada. Em qualquer caso, todas elas destacam a falibilidade dos digníssimos ocupantes das Cadeiras do Conselho de Segurança.
Resolução 1863: Operação de paz na Somália (2009)
Apenas quatro dias antes da posse de Barack Obama, foi aprovada a resolução proposta pelo governo Bush. Ele, mais uma vez, não estava sendo bonzinho, apenas foi pressionado pelo Conselho de Segurança, é claro.
A idéia era simples. Pega as tropas que estavam batendo em retirada se c*gando de medo das milícias islâmicas, e manda os otários de capacete azul que estiverem dispostos a ficar no lugar deles para abotoarem o paletó pela liberdade de outro país.
Quem quis?
caixao
Isso mesmo, ninguém
Em janeiro deste ano o Conselho de Segurança pediu, mais uma vez, às partes somalis que apóiem o Acordo de Jibuti (eu nunca sei quando é um Jibuti ou tartaruga) e que acabem todos os atos de hostilidade e que prejudicam o Governo Federal de Transição.
jabuti
Vou citar algumas das “exigências” nesta resolução: Se respeitem os princípios do Acordo de Paz de Jibuti; terminem as hostilidades; garantam o livre acesso da ajuda humanitária à população somali; ponham fim a todos os atos de confronto armado; cheguem a acordo sobre os mecanismos para um cessar-fogo permanente; recorram ao Comitê Misto de Segurança para resolver todas as diferenças de natureza militar; e exige a todos Estados da região que não façam nada que contribua com a instabilidade na Somália ou no Corno africano.
Isso mesmo gente, “CORNO Africano”
corno
Não, não é aquele seu vizinho negão que é traído pela esposa não. É o bloco formado pela Etiópia, Eritrea, Somália, Jibuti e Quénia.
mapa-corno-africano
O Conselho de Segurança pedia também que fosse criado um fundo especial para prestar apoio financeiro à AMISOM (African Union Mission for Somalia), até ao envio de uma operação de manutenção da paz da ONU. Pede ainda aos Estados-membros que dêem apoio à AMISON “sob a forma de pessoal, de material e de outros recursos”.
 dedo
"Alguns vêem esta resolução como um gesto vazio - uma operação de imposição da paz da ONU na Somália por uma administração Bush, que já se despedia do governo, e sabia que nunca seria implantada", disse Kenneth Menkhaus, um estudioso no Davidson College. "Mas outros argumentam que esta resolução foi ativamente prejudicial. Entregou ao grupo jihadista da Al-Shabab uma ferramenta perfeita de mobilização contra os EUA e as Nações Unidas, precisamente no momento em que uma retirada das tropas etíopes da Somália e de uma mudança de governo na Somália, tinha colocado o Shabab na defensiva. A resolução só serviu para atiçar um ninho de vespas na Somália.”
A nova embaixadora americana para a ONU, Susan Rice, disse: "Eu sou cética sobre a sabedoria de uma força de paz da ONU na Somália, neste momento”.
Fontes:
UNIRC
Associação das Nações Unidas
Turtle Bay
Agradecimento a Bia Loivos pela idéia
confiram o blog dela Ponto e Vírgula

Divulgue este post:

Digg it StumbleUpon del.icio.us Google Yahoo! reddit

2 comentários:

Bia Loivos

Muito bom!
Obrigada por recomendar meu blog :)

Bjuss.

Bia Loivos

Tem outra coisinha aqui pra você: relatório de Tendências Globais 2025. http://blogln.ning.com/group/temasgerais/forum/topics/tendencias-globais-2025

Espero que te interesse!
Bjs.

 
Todos os direitos reservados diplomassinha