Dizem que o poder vicia e muitos gostam da posição de comandando. As imagens mostram como eram estas pessoas ao assumirem o poder e como estão agora.









A idéia era simples. Pega as tropas que estavam batendo em retirada se c*gando de medo das milícias islâmicas, e manda os otários de capacete azul que estiverem dispostos a ficar no lugar deles para abotoarem o paletó pela liberdade de outro país. Quem quis?






Noitadas musicais excitantes e um menu gastronômico a qualquer hora da noite e do dia ... Fiel aos ingredientes essenciais da cozinha meridional, o restaurante reinventa os clássicos e garante uma experiência única no novo bar da moda ORJUWAN LOUNGE, nome em Hebraico para a cor roxa, também sinônimo de “Canaan”...






Quando surgiram os boatos de que Carla Bruni estaria traindo seu marido com seu amigo íntimo, o cantor Benjamim Biolay, a imprensa francesa quase não citou o fato, enquanto a mídia internacional chafurdava na lama do sensacionalismo boateiro sobre o possível affair da 1ª dama francesa.






Antes e depois do Poder Resoluções Inúteis da ONU Divirta-se na Guerra Sarkozy e a Burca

Sr Avatar e Usina Belo Monte

avatar
O premiadíssimo diretor de Avatar, James Cameron, residente no país que mais contribui com a poluição do planeta e que tem o olho mais obeso em cima da nossa Amazônia, veio ao Brasil criticar a construção da Usina Hidroelétrica de Belo Monte. Estaria ele querendo ser o Exterminador do futuro do Brasil???
Vamos analisar bem de perto:AVN8_LOONEY_55987f
Segundo todos os estudos energéticos realizados, o Brasil esgotará toda a sua capacidade de geração de energia através de hidrelétricas antes de 2020 e essa estrela internacional, colecionador de prêmios, vem a seminário em Manaus, trazer a mensagem de que a usina de Belo Monte faz mal ao planeta.
blackout 
Poucos países geram a maior parte de sua energia com a água de seus rios, sendo muito mais comum não terem preocupação com a sujeira gerada pelo carvão das usinas termelétricas, ou no não renovável e também limpíssimo petróleo.
Brasília, 20/04/2010 - Ativistas do Greenpeace despejaram toneladas de esterco na frente de cada entrada do prédio da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), onde acontece ainda hoje um leilão para a concessão da construção e operação da usina hidrelétrica de Belo Monte, no Pará. Sobre cada um dos morros formados de estrume, os ativistas colocaram duas placas. Uma dizia “Energia sim, Belo Monte não” e a outra, “Belo Monte de bosta”. O Greenpeace, que sempre mantive em mais alta conta, não para de choramingar e não apresenta nenhuma proposta concreta. Falam de energia eólica, mas não dizem que a maior turbina eólica existente tem capacidade de geração de 7MW e tem hélices com 253m de diâmetro. Sabe-se que o nordeste brasileiro possui o maior potencial eólico brasileiro, com aproveitamento da ordem de 15% da geração em média. Assim essa turbina de 7MW teria capacidade de gerar 1,05 MW em média.
catavento (1) 
Dessa forma para conseguir gerar os mesmos 4500MW médios de Belo Monte por usinas eólicas seriam necessárias em torno de 4300 turbinas com hélices de 253m de diâmetro.
Imagine a área que precisaria ser utilizada para a construção de um parque eólico desse porte, sendo que o custo da energia é mais que o dobro de Belo Monte. Isso sem falar no investimento que deveria ser feito para a construção desse parque, que não faço nem idéia. Seria essa a melhor solução?
belo-monte-xxx
O Brasil recebeu como presente de um de seus mais ilustres filhos, Deus, uma quantidade imensa de rios e a possibilidade de fazermos uso deles para gerar energia limpa, então, por que não usá-los?
De fato haverá impactos sociais e ambientais, mas são problemas contornáveis como: pagar as compensações financeiras sofridas pela população indígena e realocá-los. A tribo Cariri, por exemplo, que vinha decaindo em população voltou a crescer depois da usina construída em sua região e hoje está bem resolvida. O Canadá paga royalty às populações indígenas.
infografico_belo_monte
O Brasil precisa avançar e não deixar que problemas como a diminuição da pesca, que pode vir a ocorrer, impeça a viabilização de obras que são fundamentais ao crescimento e desenvolvimento econômico do país.
Quanto às criticas relacionadas a distância das áreas de demanda, este problema também é facilmente contornado transportando a energia por fios, e como boa parte do potencial hidráulico do país está nesse local, isso é inevitável e pode gerar, inclusive, crescimento da região.
TRIBOS
Algumas tribos até já estão a favor da usina e pretendem utilizar as indenizações “gordíssimas” em favor de sua autonomia e da melhoria do bem-estar geral.
O consórcio, chamado de Norte Energia, superou o grupo Belo Monte Energia, O grupo ofereceu uma tarifa de 78 reais o megawatt/hora. "Ao projeto de Belo Monte cabe muito aperfeiçoamento, muitas melhorias, mas ainda não podemos falar muito porque elas têm que ser submetidas à Aneel", disse Ailton. Comentou, também, que poderão construir a usina com menos dinheiro que o previsto "Eu vou fazer a obra mais barata. Se eu for eficiente eu ganho mais. A obra tem uma escala muito grande, traz vantagens enormes para os empreendedores", afirmou.
James Avatar Cameron - Diplomassinha
Muitos vêm alertando que a real intenção desses ativistas, como o Sr. Avatar, é apenas manter a situação atual que coloca o Brasil como país de segunda-linha deixando para os donos da verdade – aqueles que você está pensando mesmo, os que têm bombas nucleares e que não querem deixar mais ninguém ter. E que dizem que quem poluiu pode continuar poluindo e quem não poluiu não pode poluir mais – o controle do mundo estabelecendo controle político e manipulação econômica, e que muitas das saídas propostas são, na verdade, um atalho para um planeta cada vez menos saudável e uma sociedade cada vez mais pobre.
Ao tentar jogar água fria em Belo Monte, Cameron adverte o Brasil para não crescer, ou então para crescer com base em óleo e carvão, ou mesmo com base nuclear, que não gera gás carbônico, mas cujo lixo ainda não tem destino certo no planeta.
Uma Amazônia desenvolvida e com capacidade para sustentar povoados e equipamentos de infra-estrutura como quartéis militares, hospitais, escolas e uma gama enorme de serviços não interessa aos estrangeiros.
Fontes:
Greenpeace
Greenpeace
Greenpeace
Reuters
Monitor Mercantil
Mírian Leitão
Estadão
Perspectiva Política

Divulgue este post:

Digg it StumbleUpon del.icio.us Google Yahoo! reddit

9 comentários:

JH Roriz

Parabéns pelo blog! Muito legal!

Ivan de Castro

Oi Roriz, Muito obrigado pelo elogio. estes posts que necessitam de muita pesquisa dão bastante trabalho para serem escritos, mas no final eu fico muito feliz pois exponho as minhas idéias da forma mais clara que é possível para mim. É bom ver que os leitores estão curtindo.

Pilar

adorei o desenvolvimento desse assunto!!!
parabens Ivan!

Bob Jegg

Excelente texto, Ivan.
Coloca colonizadores e colonizados em seu devido lugar.
Sr. Avatar quer a estagnação do nosso crescimento. Pode estar até certo nas suas razões ou de quem o paga para isso. O que não me conformo é a nossa mídia e a oposição corroborar.
Sr. Avatar deveria aparecer para reclamar do mega vazamento de petróleo nos Estados Unidos.
Quanto ao Greenpeace, estou com a mesma opinião que você, além do fato que muitos dos seus integrantes são de países que poluem e estão devastando a fauna marinha.

Alexandre

"Algumas tribos até já estão a favor da usina e pretendem utilizar as indenizações “gordíssimas” em favor de sua autonomia e da melhoria do bem-estar geral."

"O Brasil precisa avançar e não deixar que problemas como a diminuição da pesca, que pode vir a ocorrer, impeça a viabilização de obras que são fundamentais ao crescimento e desenvolvimento econômico do país."


Parece até propagando política, vc me convenceu, Belo monte vai mudar a vida dos brasileiros pra muito melhor, como eu queria se um destes indios que irão receber esta idenização "gordissima", largar a aldeia, mudar pra uma cobertura na cidade.

Você é realmente um diplomata esclarecido,
Parabéns!

Alexandre

"De fato haverá impactos sociais e ambientais, mas são problemas contornáveis como: pagar as compensações financeiras sofridas pela população indígena e realocá-los. "

Estava esquecendo esta outra pérola, índio e gado é quase a mesma coisa .. é so arrumar outra terra com um bom pasto que tudo esta resolvido .. se acabar o peixe, é so montar uma lanchonte do McDonalds, o Canadá ta pagando os Royalts ..
Viu Sr. Avatar, quando se juntam pessoas inteligentes em um blog se resolvem todos os problemas.

Alessandra

considerando que o tal crescimento direciona-se ao centro-sul do pais e as grandes mazelas do projeto, entretanto ficam na regiao... Como ja diz o ditado, pimenta nos olhos dos outros e refresco. Uma ida a Tucurui, a maior hidroeletrica genuinamente brasileira, comprova o QUANTO desenvolveu as coisas por la... Realmente.
E quanto aos indios, claro, vamos simplesmente muda-los de lugar. De fato... E simples assim sair do seu nicho ecologico de centenas de anos, principalmente se voce e firmemente ligado a terra como os indigenas. Bom, opiniao e opiniao ne?

De qualquer forma, otimo blog.

Ivan de Castro

Então Alessandra, eu sei que existe muitos problemas na execução dessa hidrelétrica, é claro. Apenas acho que devemos tomar todas as precauções necessárias para haver o menor impacto possível para a área e para os habitantes. Sei que se houver vontade é possível ser feito. Difícil mesmo é acreditar que todos os direitos serão respeitados. eu sou muito contra essas pessoas omo o Jmaes Cameron que vêm aqui e enganam os desavisados com o pretexto de lutar pela natureza enquantam lutam por propósito outros.. Acho que devemos discutir o assunto melhor e por isso abri espaço para outras pessoas que querem escrever sobre o assunto no meu blog, como este post aqui http://diplomassinha.blogspot.com/2011/02/belo-monte-por-monica-besser.html que terá sua continuação amanhã ou depois de amanhã.
Obrigado por ter gostado do blog, mesmo não concordando com a opinião deste post

Caroline Costa

Vou te falar da indenizações gordíssimas que eles vão receber, usando como exemplo a Hidrelétrica de Tucuruí...
"Têm gente que até hoje não recebeu 1 centavooooo..."
Ps: Hoje a cidade de Tucuruí tem um dos maiores índices de desemprego do Pará e só vive dos royalties gerados pela Hidrelétrica...

 
Todos os direitos reservados diplomassinha