Dizem que o poder vicia e muitos gostam da posição de comandando. As imagens mostram como eram estas pessoas ao assumirem o poder e como estão agora.









A idéia era simples. Pega as tropas que estavam batendo em retirada se c*gando de medo das milícias islâmicas, e manda os otários de capacete azul que estiverem dispostos a ficar no lugar deles para abotoarem o paletó pela liberdade de outro país. Quem quis?






Noitadas musicais excitantes e um menu gastronômico a qualquer hora da noite e do dia ... Fiel aos ingredientes essenciais da cozinha meridional, o restaurante reinventa os clássicos e garante uma experiência única no novo bar da moda ORJUWAN LOUNGE, nome em Hebraico para a cor roxa, também sinônimo de “Canaan”...






Quando surgiram os boatos de que Carla Bruni estaria traindo seu marido com seu amigo íntimo, o cantor Benjamim Biolay, a imprensa francesa quase não citou o fato, enquanto a mídia internacional chafurdava na lama do sensacionalismo boateiro sobre o possível affair da 1ª dama francesa.






Antes e depois do Poder Resoluções Inúteis da ONU Divirta-se na Guerra Sarkozy e a Burca

Mulheres no Poder

Este post é só pra matar a curiosidade dos leitores e uma homenagem às mulheres.
dilma
Apesar de ser a primeira presidente mulher do Brasil, Dilma Rousseff (PT) não vai inaugurar uma tradição ao ocupar um cargo tipicamente masculino. A História é plena de exemplos de mulheres chefes de Estado, inclusive na própria América Latina. Confira alguns exemplos emblemáticos de mulheres que chegaram ao poder:




Na América Latina:
Costa Rica - Laura Chinchilla Miranda foi eleita presidente da Costa Rica em maio de 2010.
Argentina – Cristina Kirchner foi a sucessora de seu marido, Nestor Kirchner, na presidência da Argentina, e assumiu o cargo em dezembro de 2007.
Chile – Michelle Bachelet Jeria foi a primeira mulher eleita presidente do Chile, cargo que ocupou entre 2006 e 2010.
Panamá - Mireya Moscoso Rodrígez atuou como presidente do Panamá, entre 1999 e 2004, pelo partido Panameñista, liderado por ela desde 1991.
Bolívia - Lidia Gueiler Tejada foi a segunda sulamericana a assumir uma presidência. A primeira foi a argentina Maria Estella Martínez de Perón, conhecida como Isabelita Perón. Lidia foi a presidente interina da Bolívia entre 1979 e 1980.
Haiti - O Senado do Haiti aprovou o nome de Michèle Pierre-Louis como presidente do país em setembro de 2008. Ela atuou até novembro de 2009.
Domínica – Dame M. Eugenia Charles atuou como primeira-ministra do pequeno país da Domínica, situado entre o Mar do Caribe e o Oceano Atlântico Norte, no meio do caminho entre Porto Rico e Trinidad e Tobago, de 1980 a 1995.



As Pioneiras:
Tuva – Khertek Anchimaa-Toka foi a primeira mulher a ocupar o cargo de presidência de um país. Ela assumiu o governo de Tuva, país que hoje faz parte da Rússia, em 1940 e ficou no cargo até 1944.
China - Song Qingling (Sung Ch’ing-ling) foi casada com o fundador da República Chinesa, Doutor Sun Yat-sem, em 1914. Após a morte de seu marido, em 1925, ela foi designada como presidente honorária da República Popular da China, como uma das vice-presidentes entre e 1968 e 1974.
Mongólia - Sühbaataryn Yanjmaa atuou como líder da Mongólia entre setembro de 1953 e julho de 1954. Ela era a viúva de Damdiny Sühbaatar, considerado líder nacional mongol.



As que se tornaram símbolos:
Benazir Bhutto - Foi a primeira mulher a comandar um Estado islâmico. Ela se exilou por 10 anos no Reino Unido e Emirados Árabes e voltou ao Paquistão em 2007, para concorrer à presidência, mas foi morta em um atentado suicida em dezembro daquele ano.
Golda Meïr - Atuou como primeira ministra de Israel entre 1969 e 1974. Ela era considerada como a dama de ferro da política israelense, título cunhado mais tarde por Margaret Thatcher. Sua rígida política nacionalista foi marcada pela frase: “Não existem palestinos”.
Margaret ThatcherEla ficou conhecida por governar o Reino Unido com “mão de ferro”, após o Partido Conservador conseguir maioria no congresso em 1979. Ela ficou no cargo até 1990.
Indira GandhiApesar do nome, Indira, a primeira mulher a comandar a Índia, entre 1966 a 1977 e entre 1980 e 1984, não tinha nenhum parentesco com Mahatma Gandhi. Em 1975 foi acusada de fraude eleitoral, decretou estado de emergência e passou a governar com poderes semelhantes ao de uma ditadura. Em 1984 ela foi morta por dois guardas pessoais.
Johanna Sigurdardottir - Ela assumiu o governo da Islândia em 2009 como a primeira mulher declaradamente homossexual a ocupar o cargo de primeira-ministra no mundo.



Países com tradição de mulheres no poder
Suíça - É um dos países que mais elegem presidentes mulheres no mundo. Em Janeiro de 2010, Doris Leuthard foi eleita para presidente da Confederação.
Filipinas - O país teve ao menos duas mulheres na liderança do governo: Gloria Macapagal-Arroyo, eleita em 2001, apontada pela revista Forbes, como a quarta mulher mais poderosa do mundo em 2005. E entre 1986 e 1992, o país foi governado por Maria Corazón Sumulong Cojuangco Aquino.
IrlandaO país teve duas presidentes no comando do país. A primeira foi Mary Robinson que ficou no poder entre 1990 e 1997. Em seguida, outra mulher assumiu o poder, Mary McAleese, reeleita em 2004.




twitter-passarinho

Divulgue este post:

Digg it StumbleUpon del.icio.us Google Yahoo! reddit

0 comentários:

 
Todos os direitos reservados diplomassinha